Siga-me

Facebook

Doações

Posts Popular

Natiruts - Raçaman

Postado por beto sexta-feira, 21 de agosto de 2009 8 comentários


Último CD da banda Natiruts, lançado em 2009.


01. Raçaman
02. Glamour Tropical ( Rio em Dia de Paz )
03. Groove Bom
04. Fogueira de Desilusões
05. No Mar
06. Vento, Sol Coração
07. Sorri, Sou Rei
08. 1996
09. Arco Íris e Planetas
10. Um Céu, um Sol e um Mar
11. Reggae Music ( Farol de Santa Marta )
12. Dentro da Música


Leões de Israel - Ethos Brasilis

Postado por beto quinta-feira, 20 de agosto de 2009 0 comentários


01 - Etnia
02 - Blackman Story
03 - Novo Caminho
04 - Don't Give Up
05 - Voz do Coração
06 - Life
07 - Bicicleta
08 - Jah Sabe o Que Faz
09 - My Best
10 - Amor Universal
11 - Show Me Your Love
12 - Plena Paz
13 - Youthman
14 - Etniwise
15 - Show Me Your Dub

Raizes Rasta - Um Jeito de Virar Tudo

Postado por matheus f bastos terça-feira, 18 de agosto de 2009 0 comentários

 
01 - Introducao
02 - Hoje
03 - Rua
04 - Caminho Das Pedras
05 - Levada
06 - Ponte
07 - São Gonça
08 - Guitarra de Beni
09 - Do Outro Lado
10 - Acordei
11 - 1980
12 - Samba Reggae
13 - Lágrima
14 - História Muda
15 - Zé Ninguem
16 - SuperNova
17 - Xamã



  
01 - Luz Do Sol
02 - Te Fazer Feliz
03 - Da Cor Da Pele
04 - Dinheiro
05 - Campo Minado
06 - Mago Do Universo

 
01 - Filosofia Rastafari
02 - Pedido a JAH
03 - Estrada
04 - Som Roots
05 - O Que Vale é o Amor
06 - Poção Mágica
07 - Dr. Hélio
08 - Tranças Naturais
09 - Verdadeira Meditação
10 - Mensagem de Fé

Natiruts - Reggae Power (Ao Vivo)

Postado por matheus f bastos 0 comentários

00 - Abertura
01 - Natiruts Reggae Power
02 - Não Chore Meu Amor
03 - Naticongo
04 - Surfista do Lago Paranoá
05 - Presente de um Beija Flor
06 - Verbalize
07 - Caraiva
08 - Iluminar
09 - Liberdade pra Dentro da Cabeça
10 - Em Paz
11 - Leviatã
12 - Palmares 1999
13 - Quem Planta Preconceito
14 - A Cor
15 - Meu Reggae é Roots
16 - Eu e Ela
17 - Toca Fogo
18 - Forasteiro
19 - Leve com Você
20 - Quero Ser Feliz Também
21 - Andei Só
22 - Deixa o Menino Jogar
23 - O Carcará e a Rosa

Namastê - Reggae do Bem

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Velhos Tempos
02 - Reggae do Bem
03 - Na rua da vida
04 - Yojahyá
05 - Menino Desta Nação
06 - Dor do nosso amor
07 - Alma da Capoeira
08 - Sem Medo
09 - Navio Negreiro
10 - Tempestade
11 - Caia na Real
12 - Sonhos, Canções e Versos


Namastê - Simplesmente Assim

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Namaste
02 - Atitude
03 - O Sol
04 - Não Importa
05 - Reggae Roots
06 - Até La Irmão
07 - Música Com Vida
08 - Povo Guerreiro
09 - Reggae na Cabeça
10 - Vai Ver
11 - Minha Paz
12 - Ainda Assim

Macucos - Ao Vivo

Postado por matheus f bastos 1 comentários

 
01 - Mãe Natureza
02 - Aço e Concreto
03 - Cidade de Cor
04 - Coming From The Cold (Vou Apertar)
05 - Magia
06 - Fio da Navalha
07 - Além do Mar
08 - Meninos do Brasil
09 - Regueiros Guerreiros
10 - Haverá
11 - Stop
12 - Meu Mar
13 - Não Quero Mais
14 - O Som Que Encanta

Macucos - Surf Trip

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Na Beira Do Mar
02 - Metafora
03 - Soul Jah
04 - Quando A Chuva Cai)
05 - Erga Os Olhos
06 - Outra Vez
07 - Surf Trip
08 - Nessa Estrada
09 - Dia De Polvora
10 - Se Cria
11 - Fora Do Ar
12 - Ta Pra Nascer
13 - So Depende

Macucos - Os 4 Elementos

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
 01 - O Poder da Chuva
02 - Festa dub
03 - Chanson
04 - Foi Assim
05 - S.O.S. Mar
06 - Sonho Rasta
07 - Folha de Jornal
08 - A Roseira e o Sabiá
09 - Terra Santa
10 - Luz
11 - Na Contramão
12 - O Dia D
  

 
01 - Blind
02 - Nunca Diga Não
03 - Laylla
04 - Babilon
05 - Não É Uma Revolta
06 - De Olho No Som Ouvindo A Visão
07 - Preserve O Presente
08 - Ordem E Regresso
09 - Sentado Aí
10 - A História
11 - A Terra Em Resposta
12 - Eu Fora

Jah Live - Ao Vivo (2001)

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Rastaman
02 - Mundo Perdido
03 - Zion Train
04 - Os Anos Passam
05 - Reggae'n Roll
06 - Stepping Out
07 - Guerra
08 - Preservar
09 - Smile Jamaica
10 - Onde Estará o Amor

Jah Live - Se Curvar Jamais (2006)

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Alfa Dub
02 - Livres na Cidade
03 - Amizade
04 - Trabalho
05 - Se Curvar Jamais
06 - Rastaman
07 - Sem Terra
08 - Relação
09 - Preservar
10 - Primeiras Palavras
11 - Provações
12 - Abra os Olhos
13 - Amanhã
14 - Confissão
15 - Dub - Greetings

Filosofia Reggae - Real Situação

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Sentimento Bom
02 - Leva A Vibração
03 - África
04 - Real Situação
05 - Injustiça
06 - De Quem É A Culpa
07 - Minha Rosa

Filosofia Reggae - Ao Vivo

Postado por matheus f bastos 1 comentários

 
01 - Intro
02 - Leva a Vibração
03 - So Long
04 - Africa
05 - Hipocrits
06 - Sentimento Bom
07 - De Quem é a Culpa
08 - Se o Dia Não Terminar
09 - Injustiça
10 - Real Situação

Expressão Regueira - Resistência

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Introdução
02 - Vítimas do Descaso
03 - Uma Saída
04 - Positivamente
05 - Dub (Intro)
06 - Pela Estrada
07 - A Praia
08 - Luz da Vida
09 - Corpo Fechado
10 - Prisioneiros do Sistema
11 - Dub'Amba
12 - Babilônia
13 - Obrigado Irmãos
14 - Mendigos
15 - Dub

Bob Marley - Natty Dread

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Lively Up Yourself
02 - No Woman, No Cry
03 - Them Belly Full (But We Hungry)
04 - Rebel Music (Three O'Clock Roadblock)
05 - So Jah Seh
06 - Natty Dread
07 - Bend Down Low
08 - Talkin' Blues
09 - Revolution

Bob Marley - Rastaman Vibration

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
01 - Positive Vibration.mp3
02 - Roots, Rock, Reggae.mp3
03 - Johnny Was.mp3
04 - Cry To Me.mp3
05 - Want More.mp3
06 - Crazy Baldhead.mp3
07 - Who The Cap Fit.mp3
08 - Night Shift.mp3
09 - War.mp3
10 - Rat Race.mp3
11 - Jah live.mp3

Cogumelo Atômico - Album - Malungo Maluco

Postado por matheus f bastos sexta-feira, 14 de agosto de 2009 19 comentários

Cogumelo Atômico surgiu em Janeiro de 2008 quando 7 amigos decidiram realizar um projeto musical inovador. Foi assim que se criou a idéia de misturar elementos do samba, como cavaco, rebolo, pandeiro, surdo e cuíca, ao ritmo do reggae e rifes do rock, obtendo deste forma uma COMBINAÇÃO sonora original. São Tomé das Letras se tornou a inspiração para as 10 músicas desse primeiro CD, com letras viajantes de um Malungo Maluco que sonha, dança e vê Duendes, Fadas e Gnomos Infraterrestres que habitam o mundo de Zabnômo, um lugar escondido em meio as cavernas de São Tome.


Album Malungo Maluco
1 -Boca Seca
2 -São Tomé ( loka de mais )
3 -Fogueira
4 -Incenso
5 -
6 -O Loco e o Careta
7 -Jardim Subterrâneo
8 -Marujo
9 -Simpatia
10 -Zabnômo

Site FORA DO AR
Site Oficial da Banda: Link

Ponto de Equilíbrio- O Inimigo

Postado por matheus f bastos quinta-feira, 13 de agosto de 2009 18 comentários


Sem Palavras , esse cara é foda ! Curto muito esses cara.

Peter Tosh "Rastafari Is"

Postado por matheus f bastos 2 comentários


Esse video é muito bom , vale apena ver. O cara canta muito !

Peter Tosh - Wanted Dread & Alive [Bonus Track] (2002)

Postado por matheus f bastos sábado, 8 de agosto de 2009 18 comentários

 
  
Tracks

01- Coming in Hot
02- Nothing But Love
03- Reggae-Mylitis
04- Rok With Me
05- Oh Bumbo Klaat
06- Wanted Dread and Alive
07- Rastafari Is
08- Guide Me From My Friends
09- Fools Die (For Want of Wisdom)

Bonus Track

10- The Poor Man Feel It
11- Cold Blood
12- That's What They Will Do
13- Rok With Me [Alternate Long Mix]
14- Nothing But Love [Long Version]

 
Ta ai, um clássico de Bob Marley & The Wailers ''Iron Lion Zion Single'', Give Thanks To Jah Rastafari.
Tracks

01- Iron Lion Zion
02- Smile Jamaica
03- Three Little Birds
04- -Iron Lion Zion Mix 

Parabéns Bob Marley !!

Postado por matheus f bastos 1 comentários

PARABÉNS A BOB MARLEY!!!! NOSSO ETERNO MESTRE, E PROFESSOR. QUE COMPLETOU EM (6 DE FEVEREIRO DE 2009) 64 ANOS DE IDADE, BOB MARLEY QUE NASCEU EM 6 DE FEVEREIRO DE 1945, EM UMA CIDADE NO INTERIOR DA JAMAICA CHAMADA Saint Ann , FILHO DE Norval Marley UM MILITAR INGLÊS E Cedella Booker UMA JOVEM NEGRA.

INTERESSANTE:

Numa pausa das risadas, Bob Marley ficou subitamente sério. “Eu vou morrer aos 33 anos, idade de Cristo”, disse aos amigos com quem se refrescava sob a sombra de uma árvore, em Nine Miles, interior da Jamaica. Todos se entreolharam assustados, aquilo não era normal. Muito menos vindo de um adolescente, com 14 anos recém-completados. Na Jamaica, soava mais estranho ainda: dificilmente um jamaicano fala em morte. No rastafarianismo, segunda religião mais popular na ilha (atrás do protestantismo), até Deus é vivo.
Marley passou perto: morreu de câncer aos 36 anos de idade. Há quem diga que esta fala – reproduzida na biografia oficial, “Queimando Tudo”, de Timothy White – seja um indício da vocação auto-infligida a salvador da humanidade. Se Marley, tal qual os Beatles, é comparável a Cristo, não cabe discutir. Mas que seu legado cultural, religioso, político e – claro – musical tem peso incomparável, isso tem. Desde que Bob Marley morreu, suas ideias cresceram, dominaram mentes de novas gerações, renderam devoção quase religiosa de gente tão diversa quanto Mano Brown, Paul McCartney e Stevie Wonder.

Mas, para seguir a linha jamaicana de raciocínio, não é morte o tema desta matéria. O rei do reggae completaria 64 anos nesta sexta-feira, 6 de fevereiro. E se ele estivesse aqui para contar a história dessas seis décadas, certamente a história da música – para não dizer do mundo – seria outra. Em seus últimos dois discos, Bob Marley flertou com caminhos inéditos para sua música e visão política. Em “Survival” (1979), cantou uma África embrutecida por guerras civis, pediu que o mundo olhasse para os pobres e se disse um guerreiro sobrevivente da escravidão. Foi seu álbum mais contundente. Não à toa, a 14 de abril de 1980, Marley foi convidado para tocar na independência da Rodésia que, também não à toa, adotaria o nome “Zimbábue”, título de uma das mais importantes músicas do rasta.
JAH' LOVE - LIVE AT PARIS THEATRE, LONDON 1973
ESSE DISCO QUE OS PRESENTEIO FOI GRAVADO DE UM SHOW NO PARIS THEATRE EM LONDRES NO ANO DE 1973, COM CERTEZA UM ÓTIMO REGISTRO IRMÃOS, QUE JAH ABENÇOE A FAMÍLIA DE MARLEY E SEUS SEGUIDORES, POIS SEU CARISMA E SABEDORIA AINDA VIVE EM NOSSAS MENTES E CORAÇÕES. JAH RASTAFARI!!
Tracks
01-Rasta Chant
02-Slave Driver
03-Stop The Train
04-No More Trouble
05-400 Years
06-Midnight Raver
07-Stir It Up
08-Concrete Jungle
09-Get Up Stand Up
10-Kinky Reggae

 
O melhor artista do terceiro mundo Bob Marley, que é definitivamente o rei do reggae. Não só pelas músicas, e sim pelo ser humano que era, na Jamaica mantinha sobre sua guarda mais de 4.000 pessoas. E isso não é o mais importante, pois a sua mensagem é forte e verdadeira. Colocando questões de vida, a busca pela paz através do amor, sua filosofia no Rastafari e alem de tudo divulgar a cultura de seu país.
  
Tracks Cd1
01- Judge Not
02- One Cup Of Coffee
03- Simmer Down
04- I'm Still Waiting
05- One Love
06- Put It On
07- Bus Dem Shut (Pyaka)
08- Mellow Mood
09- Bend Down Low
10- Hypocrites
11- Stir It Up
12- Nice Time
13- Thank You Lord
14- Hammer
15- Caution
16- Back Out
17- Soul Shakedown Party
18- Do It Twice
19- Soul Rebel
20- Sun Is Shining
21- Don't Rock The Boat
22- Small Axe
23- Duppy Conqueror
24- Mr Brown
 
Tracks Cd2
01- Screwface
02- Lick Samba
03- Trench Town Rock
04- Craven Choke Puppy
05- Guava Jelly
06- Acoustic Medley (Guava Jelly)
07-I'm Hurting Inside (Alternate Mix)
08- High Tide Or Low Tide
09- Slave Driver
10- No More Trouble
11- Concrete Jungle
12- Get Up Stand Up
13- Rastaman Chant
14- Burnin' And Lootin'
15- Iron Lion Zion
16- Lively Up Yourself
17- Natty Dread
18- I Shot The Sheriff
  
Tracks Cd3
01- No Woman No Cry
02- Who The Cap Fits
03- Jah Live
04- Crazy Baldheads
05- War
06- Johnny Was
07- Rat Race
08- Jammin'
09- Waiting In Vain
10- Exodus
11- Natural Mystic
12- Three Little Birds
13- Running Away
14- Keep On Movin'
15- Easy Skanking
16- Is This Love
17- Smile Jamaica
18- Time Will Tell
 
Tracks Cd4
01- Africa Unite
02- Survival
03- One Drop
04- One Dub
05- Zimbabwe
06- So Much Trouble In The World
07- Ride Natty Ride
08- Babylon System
09- Coming In From The Cold
10- Real Situation
11- Bad Card
12- Could You Be Loved
13- Forever Loving Jah
14- Rastaman Live Up
15- Give Thanks And Praise
16- One Love/People Get Ready
17- Why Should I
18- Redemption Song (Live In Pittsburgh)

 
Presto minha homenagem a BOb Marley. Pois (11 de Maio de 2009) feiz 28 anos que o mundo perdeu esta mente maravilhosa e ícone maior do Reggae pelo mundo. Marley viveu sua vida para nos informar de todas as turbulências causadas pela Babilônia. Seus pensamentos atravessaram todas as fronteiras. Suas palavras de paz, consciência e entendimento daquilo que a vida é feita, tem sido repetidas até hoje, e serão com certeza repetidas para sempre. Graças e louvores a Jah, por todo que nos é oferecido. A salvação vem das alturas, Jah Rastafari! 
 
Tracks
01. Concrete Jungle (1973 alternative Demo)
02. Get Up Stand Up (1973 Studio Demo)
03. Talkin' Blues (1974 Studio Demo)
04. Am-a-do (1974 Alternate Studio)
05. Jah Live {LP-1975} (1975 Studio Demo)
06. Smile Jamaica Dub (1976 Alternative Studio)
07. Turn Your Lights Down Low (1977 Studio Demo)
08. Exodus (1977 Studio Demo)
09. Running Away (1978 Studio Demo)
10. Who Colt The Game {LP77} (1978 Studio Demo)
11. I know A Place {LP77} (1978 Studio Demo)
12. Ride Natty Ride (1979 Tuff Gong Rehearsal)
13. Give Thanks And Praises (1980 Studio Demo)
14. Chant Down Babylon (1980 Studio Demo)
15. Babylon Feel Dis One (1980 Studio Demo)
16. Zion Train (1980 Tuff Gong rehearsal)
17. I Shot The Sheriff (1980 Tuff Gong Rehearsal)
18. Redemption Song (1980 Exeter House Hotel, NY) 

 
Ta ai, mais um discasso do cara! que sempre reune os melhores artistas. Agora mando o disco de 1978 Step It Up Youthman , que é excelente! Reggae Roots de primeira qualidade.
Record date : 1978
Album style : roots
Tracks
01 - Trying Youthman
02 - Truth And Right
03 - Give Thanks And Praise
04 - I'm Not A King
05 - Things In Life
06 - Step It Up Youthman
07 - True Love Is The Answer
08 - Natty Rootsman
09 - Almighty I
10 - Rain From The Skies

 
Ta ai, agora um disco de Barry Brown só com músicas em versão Dub. O Steppin Up Dub Wise é
uma boa pedida pra quem gosta do genero, e também pra quem gosta de Roots.
Album style : roots
 

Tracks
01 - Moneywise Dub
02 - Why Fight The Dub
03 - Dub Confusion
04 - Leggo Jah Jah Dub
05 - A Lonely Dub Song
06 - Step Inna Dub
07 - Meditate And Concentrate
08 - Struggle Some Dub
09 - Love Is The Dub
10 - Dub Creation
11 - Rocky Rocky Dub
12 - Dub Cant Come
13 - God Father Dub
14 - Control The Dub

 
Record date : 1980
Album style : roots, solo vocal, group vocal
Tracks
01 - Humble Will Stumble
02 - Hard To Be A Lover
03 - Pure Sorrow
04 - Inside My Soul
05 - Loving You
06 - Mr Ska Beana
07 - Bless You
08 - Children Are Crying
09 - Woe Child

Alton Ellis - A New Day

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
Ta ai, um disco no estilo Lover dançante, é ótimo porque tem um pouco da pegada dos anos 70. O destaque é também para o vocal de Alton Ellis que é sempre impecável e inimitável. Que Jah o guarde no reino dos céus. Great Alton Ellis!


Record date : 1983
Album style : dancehall, solo vocal
Tracks
01 - Seven Days A Week
02 - Stronger
03 - I'll Be There
04 - Love On Top
05 - Children Of The Ghetto
06 - In A Vision
07 - Why Birds Follow Spring

Alton Ellis - Continuation (1985)

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
Record date : 1985
Album style : roots, lovers, solo vocal
Tracks
01 - I
02 - Sweet & Slow
03 - To Marry You
04 - Miss Ruben Dub
05 - In My Time
06 - Land In A Million
07 - I Dig You Baby
08 - I Need A Girl

Leões de Israel - Palavra Viva

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 
O grupo de reggae paulistano Leões de Israel coloca no mercado o disco Palavra Viva,
que traz canções em inglês.
A banda, liderada por Solano Iacob (vocal) e Edu Sattajah (multinstrumentista),
foi formado em 99. Durante esse período, diversos outros músicos passaram pelo
grupo até a formação se estabilizar com Cauê Granelo (vocal), Théo Anzelotti (guitarra),
Maurício Dias (bateria), Thales Anzelotti (guitarra) e Fox Ahmad (apresentação).

Tracks

01- Palavra Viva (Prelúdio)
02- Me Gwaan
03- Ouça a Profecia
04- Jah Jah Children
05- Secou a Fonte
06- Greedy Monkey (Getty Getty)
07- Filhos Rebeldes
08- Carnal Mind ( It's not easy)
09- Ímpio
10- Sofrimento Útil
11- Treading Around the Land
12- In This Time

Mato seco - Não adianta correr

Postado por matheus f bastos 0 comentários

Mato Seco - Salvação

Postado por matheus f bastos 0 comentários

Mato Seco - Seco Mas não Morto

Postado por matheus f bastos 0 comentários

 Músicas:
01. Nyambingh
02. Bird in Hand
03. Brilho Oculto
04. Visão Moderna
05. Navegantes da Ilusão (Estúdio)
06. Visão Moderna (Estúdio)
07. Don´t Rock My Boat
08. Instru. Visão
09. Instru. Navegantes
10. Instru. Dub Bob

Planta e Raiz - Esse é o Remédio

Postado por matheus f bastos sexta-feira, 7 de agosto de 2009 0 comentários

 
1- Com Certeza
2- Voz do Coração
3- Aquele Lugar
4- Pra poucos
5- Dificil perdoar
6- De você só quero Amor
7- A planta que brota da terra
8- O ragga
9- Atual situação
10- Idéia certa
11- Esse é o Remédio
12- 500 anos depois
13- Cante a Paz

 
1- Qual É A Cara Do Ladrão
2- Eu Também Faço Meu Jogo
3- Eu Nasci Pro Amor
4- Love Is Free
5- Rolê Consciente
5-O Que Virou
6- Uma Flor Nos Seus Cabelos
7- Olhar Pra Você 
8- Segue A Vida
9- Esse É O Tamanho Do Meu Coração
10- Deus Está Me Ensinando 
11- Senhor Presidente 12- Solto Na Cidade
13- Mais Uma Mensagem


01-JANELA DA FAVELA
02-VERDADEIRO VALOR
03-MENINO JOÃO
04-PODER DA PALAVRA
05-SOUL REBEL
06-TÃO BELA
07-O INIMIGO
08-SÓ QUERO O QUE É MEU
09-VELHO AMIGO
10-QUEM SABE...(SALOMÃO)
11-LÁGRIMAS DE JAH
12-GRAÇAS E LOUVORES

O sêlo de Salomão

Postado por matheus f bastos 2 comentários

A estrela de seis pontas é um símbolo muito conhecido, usado como talismã, amuleto atrativo de energias positivas recomendado contra qualquer tipo de adversidade, natural ou "sobrenatural". É confecionada como figura ou objeto e atualmente pode ser encontrada ornamentando ambientes, roupas, publicações e objetos como medalhas, pingentes e anéis. Nos livros de todos os bons mestres ocultistas do Ocidente existem comentários a este símbolo, também conhecido como Estrela de Davi e Sêlo de Salomão, denominações que indicam sua antiguidade. De fato, a estrela com seis pontas remonta às eras pré-cristãs, época veramente nebulosas, e não é uma exclusividade da cultura judaica; ao contrário, pertence ao acervo de signos mágicos de diferentes povos em diferentes épocas.
A estrela é um legado que os patriarcas de Israel receberam no contexto do sincretismo religioso resultante do encontro das culturas hindu-arianas (Índia) e semitas da Mesopotâmia (atual Iraque). Desde Abraão, a estrela atravessou séculos até chegar ao Rei Salomão, filho do Rei Davi. Os segredos da estrela foram revelados a Salomão como parte de sua iniciação nos Mistérios de Deus. Salomão, ícone representativo de sabedoria, foi, realmente, um Mago, ou seja, um conhecedor de forças metafísicas. A "lenda histórica" conta que Salomão obteve a revelação das Ciências Ocultas de fonte divina, Ciência esta que consiste na Cabala Judaica, "magia" das relações de poder entre números e palavras.
  
A Cabala trata do controle da energia mental (ou pensamento) através de um sistema de rituais (ações repetidas) onde se destaca a utilização de símbolos acompanhados de invocações (falas, chamados, fórmulas verbais, versos, orações). A estrela de seis pontas é considerada o mais poderoso dos símbolos mágicos cabalísticos, usado como objeto de meditação sempre que se deseja uma conexão com Deus. Tal meditação pretende alcançar um estado de consciência, que não é sono nem vigília, caracterizado pela experiência de esquecimento ou abstração do Ego pessoal (a personalidade condicionada pelo mundo) e consequente sentimento de identificação com o Eu Real, o Eu superior que é Uno ou indissociável do Criador de Todas as Coisas. Esta unidade do homem com Deus é a razão pela qual todas as religões do mundo afirmam que "Deus está dentro de cada um de nós". O "Namastê", cumprimento dos japoneses, significa "O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em Você".
 

Fundamentos Pitagóricos 
  
Pitágoras foi um filósofo grego dedicado a estudos matemáticos e reconhecidamente um Iniciado Ocultista. Em seu sistema de explicação da realidade, considerava o "Número" como matriz metafísica do universo objetivo, ou seja, a realidade emana de combinações de "entidades numéricas" realizadas num plano ontológico sutil (plano de Ser abstrato, não físisco), não perceptível aos sentidos humanos. Quando Pitágoras diz "Número" está querendo significar ser ou seres metafísicos e primordiais. Cada número, em escala de 1 a 9, representa uma "entidade metafísica" ou uma realidade, uma situação metafísica que evolui até se projetar em uma realidade concreta.
Na física subatômica, partículas matrizes (eletróns, prótons, neutrons, mésons, pósitrons, etc.) se combinam de maneiras diferentes na composição de substâncias diferentes. Na física atômica, elementos (hidrogênio, oxigênio, hélio) estabelecem "ligações" formando compostos, como a água - H2O ou 2 átomos de hidrogênio e 1 átomo de oxigênio. Note-se que partículas e átomos, invisíveis aos olhos humanos são constituintes de toda a matéria perceptível inclusive os corpos das criaturas. Isto demonstra como, a partir da dimensão do invisível surgem as criaturas na dimensão do visível, ou ainda, o que é invisível para a vista dos homens pode ser tornar visível com um dispositivo ótico mais poderoso, como um microscópio eletrônico.
 

Poder da estrela 



Quem usa a estrela, como um objeto, um colar, um anel, ou coloca sua figura em um ambiente, está fazendo uma declaração de adesão aos significados que ela encerra. Voltando à "entidade metafísica Número 3", ainda de acodo com Pitágoras e numerosos outros mestres esotéricos, tal Número corresponde a uma "entidade" muitíssimo elevada em termos espirituais ou, de pureza energética: Aquele a quem todo mundo chama de Deus e que todas as religiões descrevem como sendo "o Um que é Três".
  
A teologia católico-cristã ocidental reconhece esta concepção à qual denomina de Santíssima Trindade explicando que EM Deus, que é UM, coexistem TRÊS aspectos que se manifestam no ato de Criação. Estes três aspectos são: Pai, Filho e Espírito Santo. Criador, Criatura e a Mente Una, esta última, que opera a união indissoluta dos dois primeiros. Quanto ao modo como Deus pode ser TRÊS EM UM, esta é uma questão cuja resposta é simplesmente inacessível à inteligência humana no seu estágio atual de evolução. Os teólogos chamam esta condição de inacessibilidade de "Mistério".
Uma vez que se admita DEUS TRÊS EM UM é preciso esclarecer que este é o estado do Ser Criador em circunstância de repouso, de não-criação, estado também misterioso que o hinduismo denomina Pralaya ou Noite de Brahma. Os físicos contemporâneos afirmam, de forma semelhante, que o Universo existe em dois estados simultâneos que compreendem o SER e o NÃO-SER, ou ainda, Universo Objetivo e Universo Subjetivo. O triângulo com o vértice (ponta) para cima é uma representação geométrica de Deus em seu estado mais puro e elevado, sutil, abstrato, não manifestado. Quando Deus se manifesta ou cria, projeta suas infinitas possibilidades de SER em uma constituição densa, material, física, concreta, em uma escala ontológica (de formas de ser) que compreende diferentes graus materialidade. Retomando a análise do triângulo: voltado para cima, representa Deus em sua misteriosa condição de Trindade, a Realidade Celestial ou Espititual. Em oposição, o triângulo com vértice para baixo, significa a Criação de Deus, Realidade Terrena ou Material. A estrela de seis pontas é, portanto, o signo da união dos dois triângulos e, portanto, signo da união entre Criador e Criatura, do Homem unido a Deus.
   
O sêlo de Salomão no ocultismo ocidental 
 
De Eliphas Levi
Em sua obra Dogma e Ritual da Alta Magia, o ocultista francês do século XIX, Eliphas Levi, inclui o seguintes comentários sobre o Selo de Salomão:
O verbo perfeito é ternário, porque supõe um princípio inteligente, um princípio que fala e um princípio falado. (...) O ternário está traçado no espaço pela ponta culminante do céu, o infinito em altura, que se une por outras linhas retas ao oriente e ao ocidente. Mas a esse triângulo visível, a razão compara outro triângulo invisível, que ela afirma ser igual ao primeiro; é o que tem por vértice a profundeza e cuja base virada é paralela à linha horizontal que vai do oriente ao ocidente. Estes dois triângulos, reunidos numa só figura, que é a de uma estrela de seis raios, formam o signo sagrado do sêlo de Salomão, a estrela brilhante do macrocosmo. A idéia do infinito e do absoluto é expresssa por este signo, que é o grande pentáculo, isto é, o mais simples e o mais completo resumo da ciência de todas as coisas. A própria gramática atribui três pessoas ao verbo. A pessoa que fala; a pessoa a quem se fala; a coisa de que se fala (pronome pessoal em primeira pessoa, pronome pessoal em terceira pessoa e objeto). O princípio infinito, ao criar, fala de si mesmo para si mesmo. (LEVI, p 90. Pensamento, 1993).
 
... As formas são proporcionais e analógicas à idéias que as determinou; são o caráter natural, a assinatura desta idéia (...) e desde que evocamos ativamente a idéia, a forma se realiza e se produz. (...) O duplo triângulo de Salomão é explicado por São João de modo notável. Há, diz ele, três testemunhos no Céu: o Pai, o Logos (Filho) e o Espírito Santo, e três testemunhos na Terra: o enxofre, a água e o sangue. São João está, assim, de acordo com os mestres da filosofia hermética (...) o enxofre significa "o éter" (espírito), a água é anima, a força vital e o sangue, é a carne a matéria, a terra, os corpos. (...) No grande círculo das evocações (operações mágicas), ordinariamente é traçado um triângulo, e é preciso observar bem de que lado deve ser posto o seu cimo. Se supõe que o espírito vem do céu, o operador deve ficar no cimo e colocar o altar da fumigações na base; se deve subir do abismo, o operador ficará na base (...) Além disso, é preciso ter na fronte, no peito e na mão direita o símbolo sagrado dos dois triângulos reunidos, formando a estrela de seis raios (...) e que é conhecida, em magia, sob o nome de pentáculo ou Sêlo de Salomão." (LEVI, p 254. São Paulo: Pensamento, 1993).

 
Comentário de madame Blavatsky 
Helena Petrovna Blavatsky, fundadora da Sociedade Teos ófica, cujo lema é "Não há religião superior à verdade" e cuja filosofia resgata textos sagrados hindus, também comenta o significado da estrela, que adverte "é errôneamente denominada Sêlo de Salomão", no quarto volume de A Doutrina Secreta:
 
... O número seis foi considerado nos Antigos Mistérios como um emblema da Natureza física porque o seis é a representação das seis direções de todos os corpos, as seis direções que compõem a sua forma, a saber: as quatro direções que se estendem no sentido dos quatro pontos cardeais, norte, sul, leste e oeste, e as duas direções de altura e profundidade que correspondem ao Zênite e ao Nadir. (...) A mesma idéia se encontra no duplo triângulo equilátero dos hindus (...) no seu país chamado signo de Vishnu, o Deus do Princípio Úmido e da Água (...) o triângulo inferior, com seu vértice voltado para baixo, é o símbolo de Vishnu (...) ao passo que o triângulo com o vértice para cima, é Shiva, o Princípio do Fogo... (BLAVATSKY - v. IV - p 161. São Paulo: Pensamento, 2003).




Saiba mais: Cultura e Reggae

O REGGAE

Postado por matheus f bastos 1 comentários





O Reggae é um estilo de música originário da Jamaica. Bob Marley, cantor e compositor, é o ícone deste estilo musical. Em sentido mais amplo, Reggae pode referir-se a outros ritmos como ska, rocksteady, dub, dancehall e ragga. 
   

Um dos símbolos mais óbvios do reggae são as cores  
A cor vermelha simboliza o Triunfante Moviento dos Rastafaris, representando também o sangue dos mártires que existem na história dos rastas. O preto, representa a cor dos africanos, dos quais descendem 98% dos jamaicanos. O verde, representa a beleza da vegetação da Etiópia e da terra prometida. O amarelo é usado para simbolizar a abundância da sua terra natal.
Original da década de 60, o ritmo divide-se em dois subgêneros, o "roots reggae" (o reggae original) e o "dancehall reggae", que é originário da década de 70. O reggae é constantemente associado ao movimento rastafari, que, de fato, influenciou muitos dos músicos apologistas do estilo reggae nas décadas de 70 e 80. De qualquer maneira, o reggae trata de vários assuntos, não se restringindo à cultura Rastafari, como o amor, o sexo e principalmente a crítica social.
Origem 
   
Rastafari é um movimento religioso que proclama Rei Selassie I, imperador da Etiópia, como Jah (Deus para Rasta) reencarnado. Esse termo advém de uma forma contraída de Jeová encontrado no salmo 68:4 na versão da Bíblia do Jams, e faz parte da trindade sagrada o Messias prometido. O nome Rastafari tem sua origem em Ras (duque ou chefe) Tafari (príncipe da paz) .
Makonnen, o nome de Haile Selassie I antes de sua coroação. O movimento surgiu na Jamaica entre a classe trabalhadora e camponeses negros.
Em meados dos anos 30, iniciado por uma interpretação da profecia bíblica em parte baseada pelo status de Selassie como o único monarca Africano de um país totalmente independente e seus títulos de Rei dos Reis, Senhor dos Senhores e o conquistador do Leão de Judá. 
  
Alguns historiadores afirmam que o movimento surgiu, e teve posteriormente adesão, por conta da exploração que sofria o povo jamaicano, o que favorece o surgimento de idéias religiosas, vide a Guerra de Canudos e Guerra do Contestado, as quais tiveram seus respectivos líderes messiânicos.
Outros fatores inerentes ao seu crescimento incluem o uso sacramentado da Maconha ou Erva, aspirações políticas e afrocentristas, incluindo ensinamentos do publicista e organizador Jamaicano Marcus Garvey (também freqüentemente considerado um profeta), o qual ajudou a inspirar a imagem de um novo mundo com sua visão política e cultural. 
 
O movimento é algumas vezes chamado Rastafarianismo, porém alguns Rastas consideram este termo impróprio e ofensivo. O movimento Rastafari se espalhou muito pelo mundo, principalmente por causa da imigração e do interesse gerado pelo ritmo do Reggae; mais notavelmente pelo cantor e compositor de Reggae jamaicano Bob Marley.
Em 2000 haviam aproximadamente 1.000.000 de seguidores do Rastafaris pelo mundo. Por volta de 5% dos Jamaicanos se identificam com Rastafari. Muitos dos Rastafari são vegetarianos, ou comem apenas alguns tipos de carne, vivendo pelas leis alimentares de Levítico e Deuteronômio no Antigo Testamento. 
  
Significado do nome 
   
O nome reggae surgiu por causa do som que faz na guitarra. O "re" seria o movimento pra baixo, e o "gae", o movimento pra cima. O mesmo acontece com o ska, o nome é derivado do som que é reproduzido na guitarra. Dizem também que tudo sucedeu quando Zé Rocha estava a fumar talocha no S.Bartolomeu, em Lagos, começou a bater com as mãos nas arvores a fazer barulho. 
  
O Reggae e a Sociedade 
  
Uma das características que podem caracterizar o reggae é a crítica social, como por exemplo cantar a desigualdade, o preconceito, a fome e muitos outros problemas sociais pra tentar desviar os olhos do povo pra isso, um modo de alertar e incentivar o povo a se mobilizar contra seus problemas.

Entrevista com Helio Bentes

Postado por matheus f bastos 1 comentários








Uma entrevista fora de serio , vale apena ver....

Dois Videos da melhor cantora de todas: Janis Joplin

Postado por Fellipe Fonseca Bastos quinta-feira, 6 de agosto de 2009 7 comentários



Isso sim é cultura, fugindo um pouco do tema do blog, mais não muito apresento-lhes : Janis Joplin o som que te leva a loucura..........

Link-nos


Siga-me os feeds

Arquivos